6 traços de imaturidade emocional

11
14003

Você é uma pessoa inteligente emocionalmente? A sua inteligência emocional está madura o suficiente para enfrentar todas as questões do mundo? Assista ao vídeo do psicólogo clínico Frederico Mattos e entenda um pouco mais sobre o que acontece com você.

11 COMENTÁRIOS

  1. Achei muito interessante, e quando fala a palavra imaturidade me parece que combinaria com o inicio da educação, ou mesmo aprender a identificar sentimentos desde pequeno na iniciação escolar, mas não sei se isso é possível, pois nem a educação básica esta tao boa, e a ínvercão de valores nos dias de hoje se encontram em todas as classes sociais. Hoje me parece que as pessoas vivem de aparências, usando uma roupagem externa e que se escondem delas mesmas em primeiro lugar e ainda me parece que é a maioria das pessoas, espero que eu esteja enganado, pois eu acredito que todos nascem bons, e prefiro pensar assim. Se conseguimos comprar no supermercado paz, amor, felicidade que na verdade está dentro de cada qual seria um estouro de vendas, e se perdoar, nao carregar ressentimento, magoa e raiva, nao ser radical em seus pensamentos podendo ter possibilidades e até avaliar ou mesmo reavaliar , sabendo aceitar-se. Que nao somos perfeitos, acredito que pode ser bom. Agradeço de coração por você nos dar o que sabe e isto é muito legal. abraços e desejo tudo de bom pra vc.

  2. Gostei muito!
    Tema que provoca muitas resistências sendo tratado com profissionalismo e responsabilidade.
    Muito obrigada!
    Abs!

  3. Caramba, assim todos que erram são imaturos. Me parece exagero esperar que indivíduos sejam eruditos, sábios e equilibrados sempre. Todos estes traços podem estar em um indivíduo em diversas situações, tantos os opostos quantos diferentes números.

  4. Muito legal! Curti demais esse vídeo porque identifiquei alguns traços de imaturidade em mim – e também alguns de maturidade. É sempre uma chance de crescimento. :-)

    Queria sugerir um tema (se é que já não foi comentado): por que a música tem tanta influência em nosso emocional? Digo, a nível cerebral?

    Abraços!

DEIXE UM COMENTÁRIO