Como confiar no que os consumidores dizem sobre sua marca?

0
167

Todo empresário que busca o desenvolvimento de sua marca, em algum momento, já procurou saber o que seus clientes e consumidores pensam dela. Conquistar o público é uma tarefa difícil, que demanda tempo de pesquisa e modelos de estudo específicos.

Todo empresário que busca o desenvolvimento de sua marca, em algum momento, já procurou saber o que seus clientes e consumidores pensam dela. Conquistar o público é uma tarefa difícil, que demanda tempo de pesquisa e modelos de estudo específicos.

Questionários e entrevistas sempre foram os carros-chefe quando o objetivo é saber o que as pessoas pensam a respeito de determinadas marcas. No entanto, um grupo de pesquisadores da Universidade da Califórnia, integrantes da Haas School of Business, quis ir mais além. Eles usaram a ressonância magnética funcional (fMRI) para confirmar se o que as pessoas dizem sobre marcas coincide com o que elas estão realmente pensando.

Um dos co-autores do estudo, Ming Hsu, explica que a subjetividade inerente aos inquéritos até então utilizados, por vezes, podem gerar ceticismo e confusão no interior das empresas. Os gestores de marketing acabam receosos sob qual a melhor estratégia adotar tendo como base a opinião verdadeira do consumidor.

Entenda o estudo

opinião consumidor

Os pesquisadores analisaram os participantes do estudo em uma máquina fMRI enquanto eles viam logos de marcas bem conhecidas, como Apple, Disney, Ikea, BMW e Nestlé. Depois de concluída a análise, os participantes foram submetidos a uma pesquisa sobre as características que eles associavam a cada marca. Em seguida, usando um conjunto de algoritmos de dados, os pesquisadores usaram a atividade cerebral dos participantes para tentar prever as respostas da pesquisa.

“Fomos capazes de prever as respostas dos participantes exclusivamente a partir da atividade cerebral”, disse Yu-Ping Chen, também responsável pelo estudo. “Ou seja, ao invés de tomar a palavra dos participantes e tentar interpretar subjetivamente as suas expressões faciais, foi possível olhar para as suas assinaturas neurais para validação.”

Um importante estudo para corroborar neurocientificamente ações estratégicas de marketing.

Via Science Daily, imagem.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here