Obesidade, diabetes e cérebro

0
161

Pesquisadores da UT Southwestern Medical Center identificaram vias neurais que aumentam a compreensão de como o cérebro regula o peso corporal, o gasto de energia, e os níveis de glicose no sangue. O estudo, publicado na revista Nature Neuroscience.

A obesidade mórbida estaria associada a uma disfunção neurogenética.
A obesidade mórbida estaria associada a uma disfunção neurogenética.

Pesquisadores da UT Southwestern Medical Center identificaram vias neurais que aumentam a compreensão de como o cérebro regula o peso corporal, o gasto de energia, e os níveis de glicose no sangue – uma descoberta que pode levar a novas terapias para o tratamento do diabetes tipo 2 e da obesidade. O estudo, publicado na revista Nature Neuroscience, constatou que os receptores da melanocortina 4 (MC4Rs), expressa por neurônios que controlam o sistema nervoso autônomo, são fundamentais na regulação do metabolismo da glicose e gasto de energia, disse o autor sênior, o Dr. Joel Elmquist.”

Alguns estudos anteriores demonstraram que os MC4Rs são reguladores chave do gasto energético e homeostase da glicose, mas os neurônios-chave necessários para regular tais respostas não eram claramente compreendidos”, disse o Dr. Elmquist, que complementa: “no estudo atual, verificou-se que a expressão destes receptores, por neurônios que controlam o sistema nervoso simpático, parece ser importante para a regulação do metabolismo. Em particular, estas células controlam a glicemia e a capacidade da gordura ‘branca’ se tornar ‘castanha ou bege’.

Fonte: (1) http://www.sciencedaily.com/news/mind_brain/ e (2) http://personalsuccesstoday.com/brain-make-fat/ (imagem)

SEM COMENTÁRIOS

Deixe o seu comentário