Enxaqueca pode afetar a estrutura do cérebro

1
1869

Estudo revela que a enxaqueca tem efeitos significativos sobre o cérebro; como por exemplo, aumento do risco de lesões, alteração do seu volume e anormalidades na substância branca.

Esses efeitos foram ainda maiores quando foram avaliadas as pessoas com enxaquecas precedidas por auras (sintomas que precedem a dor de cabeça, como dormência, ardência nos olhos e dor no estômago). O estudo foi publicado no jornal da Academia Americana de Neurologia, em 2013.

A descoberta contradiz as pesquisas pregressas até então estabelecidas sobre a enxaqueca, que a consideram uma desordem benigna sem comprometimento a longo prazo para o cérebro. Os pesquisadores revisaram seis estudos de base populacional e 13 baseados em clínicas. Por meio de ressonância magnética, o objetivo foi analisar se as pessoas que sofriam de enxaqueca (com ou sem aura) tiveram um risco aumentado de lesões cerebrais, outras anormalidades silenciosas ou alterações do volume cerebral.

Resultados

Pessoas com enxaqueca com aura: aumento de 68% do risco de lesões na substância branca do cérebro;

Pessoas com enxaqueca sem aura: aumento de 34% do risco de lesões na substância branca do cérebro;

Além disso, as pessoas que apresentavam crises de enxaqueca com aura estavam sujeitas a um aumento de 44% nas anormalidades estruturais do cérebro, se comparadas às pessoas que apresentavam crises de enxaqueca sem aura. Ambas tinham mais chance de desenvolver alterações no volume cerebral.

enxaqueca-alterações-cérebro
A enxaqueca pode ter efeitos duradouros e não tão benignos sobre o cérebro.

Sabe-se que a doença afeta entre 10 e 15% da população e tem influência negativa e substancial na vida do indivíduo. A expectativa é que o estudo esclareça a associação entre mudanças na estrutura cerebral e a enxaqueca, abrindo portas para estudos futuros mais específicos.

1 COMENTÁRIO

  1. Informações importantíssimas. só tenho que agradecer.
    Sou portadora de distonia facial lado esquerdo. Faço aplicação de toxima. Mas, não deixo me dominar, sou segura e sigo em frente. todas as informações sobre o cérebro será sempre bem vinda.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here